Coding dojo dentro da empresa

dezembro 6, 2007

Quero dizer aos navegantes, que em breve retomaremos os encontros públicos do dojo. Por enquanto, estou introduzindo o dojo na empresa onde trabalho, como ferramenta para aprimoramento da nossa equipe de desenvolvimento. Hoje ocorreu a primeira reunião, que, a princípio será semanal. Infelizmente, por enquanto não posso convidar a todos para participar do encontro lá. (Claro, posso chamar os de lá para participar do encontro daqui, mas lá é mais simples para se reunir!)

Pelo feedback dos participantes, a idéia de desenvolver orientado por testes pareceu bastante convidativa. Eles perceberam que dar passos pequenos não significa andar devagar. Pelo contrário, manter o controle sobre a qualidade do software produzido tráz benefícios de qualidade e produtividade. Para a maioria foi a primeira experiência com TDD e com programação em pares. Para alguns foi inclusive a primeira vez com junit.

Apropo: fizemos o problema do placar do jogo de boliche – disponibilizo o código em breve. Utilizamos o novo Junit 4.4, que faz uso extensivo da API hamcrest, que torna o código de testes bem mais legível. O Eclipse IDE e a possibilidade de eleger static imports favoritos, dão um suporte excelente ao desenvolvimento com o junit.

Sem dúvida a experiência do uso do dojo dentro da empresa trará muitas lições e elas serão compartilhadas aqui no blog. A principal idéia, para estreitar o gap entre toy problems e real-life development é introduzir, pouco a pouco, problemas mais próximos da vida real, utilizando mock objects, dbunit

Anúncios